sexta-feira, 6 de abril de 2018

Withdrawal of sulfonylureas from patients with type 2 diabetes receiving long-term sulfonylurea and insulin combination therapy results in deterioration of glycemic control: a randomized controlled trial


Srivanichakorn W, Sriwijitkamol A, Kongchoo A, Sriussadaporn S, Plengvidhya N, Lertwattanarak R, Vannasaeng S, Thongtang N

Diabetes Metab Syndr Obes 2015, 8:137-45

O benefício das sulfonilureias (SUs) para pacientes com diabetes tipo 2 em uso de insulina não está claro. Este estudo avaliou o controle glicêmico e a função das células beta após a suspensão da SU nestes pacientes. Trata-se de ensaio clínico randomizado, controlado por placebo, com duração de 8 semanas em que foram incluídos pacientes com diabetes tipo 2 tratados com insulina por pelo menos 3 anos e doses moderadas a altas de SUs e foram randomizados para retirada (n = 16) ou continuação (n = 16 ) deste fármaco. No baseline, foram avaliadas características clínicas, controle glicêmico,  hipoglicemias e secreção de insulina [função celular beta (HOMA-B), concentração de peptídeo C e índice Matsuda] e também foram repetidos após 2 e 8 semanas. Resultados: trinta pacientes (16 no grupo de retirada de SU e 14 no grupo de continuação de SU) completaram o estudo. A duração média do diabetes foi de 17 (5-40) anos. As características clínicas do baseline de controle glicêmico e o HOMA-B foram semelhantes nos dois grupos, mas a concentração média de peptídeo C em jejum foi maior no grupo de retirada de SU. Após 8 semanas, o grupo de retirada de SU mostrou aumento nos níveis médios de HbA1c de 7,8% ± 0,5% (62 ± 5 mmol / mol) para 8,6% ± 1,2% (71 ± 13 mmol / mol; P = 0,002), enquanto que o grupo que continuou SU apresentou aumento discreto, mas não significativo, de 7,7% ± 0,5% (61 ± 5 mmol / mol) para 7,9% ± 1,2% (63 ± 13 mmol / mol; P = 0,37). A secreção de insulina, medida pelo peptídeo C e HOMA-B, diminuiu 18% e 36%, respectivamente, no grupo de retirada de SU. Hipoglicemias foram mais frequentes no grupo de continuação da SU, e o peso corporal não mudou de em nenhum dos grupos. Os autores concluíram que a retirada de SU de pacientes com diabetes tipo 2 que receberam tratamento combinado de longa duração com SU e insulina resulta em deterioração do controle glicêmico e da secreção de insulina. Durante o Clube de Revista foram discutidos os seguintes pontos:
·         Uma das limitações do estudo foi que o grupo que suspendeu sulfoniluréias não poderia aumentar a dose de insulina, o que pode ter contribuído para deterioração do controle;
·         Além disso, o cálculo amostral para detectar diferença de 1% na HbA1c foi de 32 pacientes, o que é uma amostra pequena para este tipo de intervenção/desfecho, tornando o cálculo duvidoso.

Pílula do Clube: Apesar das limitações e do pequeno tamanho amostral, o uso de Sus em pacientes com DM2 em tratamento com insulina + SU parece ser importante na manutenção do controle glicêmico obtido com o esquema, sugerindo-se manter o esquema se bom controle.

Discutido no Clube de Revista de 15/01/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lower versus Traditional Treatment Threshold for Neonatal Hypoglycemia

van Kempen AAMW, Eskes PF, Nuytemans DHGM, van der Lee JH, Dijksman LM, van Veenendaal NR, van der Hulst FJPCM, Moonen RMJ, Zimmermann LJI...