sexta-feira, 6 de abril de 2018

Withdrawal of sulfonylureas from patients with type 2 diabetes receiving long-term sulfonylurea and insulin combination therapy results in deterioration of glycemic control: a randomized controlled trial


Srivanichakorn W, Sriwijitkamol A, Kongchoo A, Sriussadaporn S, Plengvidhya N, Lertwattanarak R, Vannasaeng S, Thongtang N

Diabetes Metab Syndr Obes 2015, 8:137-45

O benefício das sulfonilureias (SUs) para pacientes com diabetes tipo 2 em uso de insulina não está claro. Este estudo avaliou o controle glicêmico e a função das células beta após a suspensão da SU nestes pacientes. Trata-se de ensaio clínico randomizado, controlado por placebo, com duração de 8 semanas em que foram incluídos pacientes com diabetes tipo 2 tratados com insulina por pelo menos 3 anos e doses moderadas a altas de SUs e foram randomizados para retirada (n = 16) ou continuação (n = 16 ) deste fármaco. No baseline, foram avaliadas características clínicas, controle glicêmico,  hipoglicemias e secreção de insulina [função celular beta (HOMA-B), concentração de peptídeo C e índice Matsuda] e também foram repetidos após 2 e 8 semanas. Resultados: trinta pacientes (16 no grupo de retirada de SU e 14 no grupo de continuação de SU) completaram o estudo. A duração média do diabetes foi de 17 (5-40) anos. As características clínicas do baseline de controle glicêmico e o HOMA-B foram semelhantes nos dois grupos, mas a concentração média de peptídeo C em jejum foi maior no grupo de retirada de SU. Após 8 semanas, o grupo de retirada de SU mostrou aumento nos níveis médios de HbA1c de 7,8% ± 0,5% (62 ± 5 mmol / mol) para 8,6% ± 1,2% (71 ± 13 mmol / mol; P = 0,002), enquanto que o grupo que continuou SU apresentou aumento discreto, mas não significativo, de 7,7% ± 0,5% (61 ± 5 mmol / mol) para 7,9% ± 1,2% (63 ± 13 mmol / mol; P = 0,37). A secreção de insulina, medida pelo peptídeo C e HOMA-B, diminuiu 18% e 36%, respectivamente, no grupo de retirada de SU. Hipoglicemias foram mais frequentes no grupo de continuação da SU, e o peso corporal não mudou de em nenhum dos grupos. Os autores concluíram que a retirada de SU de pacientes com diabetes tipo 2 que receberam tratamento combinado de longa duração com SU e insulina resulta em deterioração do controle glicêmico e da secreção de insulina. Durante o Clube de Revista foram discutidos os seguintes pontos:
·         Uma das limitações do estudo foi que o grupo que suspendeu sulfoniluréias não poderia aumentar a dose de insulina, o que pode ter contribuído para deterioração do controle;
·         Além disso, o cálculo amostral para detectar diferença de 1% na HbA1c foi de 32 pacientes, o que é uma amostra pequena para este tipo de intervenção/desfecho, tornando o cálculo duvidoso.

Pílula do Clube: Apesar das limitações e do pequeno tamanho amostral, o uso de Sus em pacientes com DM2 em tratamento com insulina + SU parece ser importante na manutenção do controle glicêmico obtido com o esquema, sugerindo-se manter o esquema se bom controle.

Discutido no Clube de Revista de 15/01/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anabolic Effects of Nandrolone Decanoate in Patients Receiving Dialysis A Randomized Controlled Trial

Kisten L. Johansen, Kathleen Mulligan, Morris Schambelan JAMA 1999, 281(14):1275-81 https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticl...