segunda-feira, 6 de julho de 2015

Effects of Naltrexone Sustained-Release/Bupropion Sustained-Release Combination Therapy on Body Weight and Glycemic Parameters in Overweight and Obese Patients With Type 2 Diabetes

Priscilla Hollander, Alok K. Gupta, Raymond Plodkowski, Frank Greenway, Harold Bays, Colleen Burns, Preston Klassen, Ken Fujioka

Diabetes Care 2013, 36(12):4022-9.

Trata-se de ensaio clínico randomizado (COR-Diabetes), com duração de 56 semanas, que se estendeu de maio de 2007 a junho de 2009, para avaliar eficácia e segurança da combinação naltrexone 32 mg + bupropiona 360mg (NB) quanto à perda de peso em pacientes com DM tipo 2 e obesidade. Foram incluídos pacientes adultos com HbA1c entre 7-10%, em uso ou não de antidiabéticos orais, pressão arterial < 145/95 mmHg e IMC 27-45 Kg/m². Foram excluídos usuários de insulina. Todos os participantes recebiam prescrição de dieta hipocalórica e orientações para mudança de estilo de vida (MEV). Foram randomizados 505 pacientes (335 para intervenção - orientações básicas + NB 8mg/90mg, comprimidos de liberação prolongada, 170 para placebo - orientação básica). As doses eram escalonadas semanalmente até alvo de 2 comprimidos 2 vezes/dia. Definiu-se como desfecho primário o percentual de mudança do peso corporal e percentual de participantes que atingiu redução do peso ≥ 5% em 56 semanas. Também se avaliou mudanças na HbA1c, perfil lipídico e redução de peso ≥ 10%. Os resultados foram analisados por intention to treat modificado (NB = 265; placebo = 159). No grupo NB houve perda de 5% do peso vs. 1,8% no grupo placebo (P < 0,001), perda corrigida de 3,2% (~3,4 Kg). Mais pacientes no grupo NB atingiram redução ≥ 5% (44,5 vs. 18, 9%, P < 0,001) e ≥ 10% (18,5 vs. 5,7%, P > 0,001) do peso corporal, comparando-se ao placebo. Houve redução de -0,6 pontos percentuais na HbA1c no grupo NB (-0,6% vs. -0,1%, P < 0,001), uma diferença de 0,5% entre os grupos. Houve mais efeitos adversos no grupo NB, principalmente náusea (42% vs. 7%), constipação (18% vs 7%) e vômitos (18% vs 3,6%). A pressão arterial não foi diferente entre os grupos, mas o grupo placebo teve uma tendência à redução tanto sistólica como diastólica não observada no grupo intervenção. A taxa de dropout do estudo (45%) compreendeu 48% dos pacientes do grupo NB, 30% por efeitos adversos. Os outros estudos avaliando a mesma combinação em pacientes não diabéticos (COR I, II e BMOD) apresentaram dropout semelhante, porém perda de 6-9% do peso. Durante o Clube, foram assinalados os seguintes pontos:
  • Tratamento com NB 36/360mg por 1 ano levou à perda corrigida de 3,2% do peso corporal, acompanhada da redução de 0,5% na HbA1c em pacientes com DM e obesidade, perda de peso que foi menor do que a observada nos estudos COR que não arrolaram pacientes com DM;
  • Possível efeito hipertensor da bupropiona pode limitar os benefícios da perda de peso quanto ao controle de fatores de risco cardiovascular;
  • Náusea foi efeito adverso proeminente, que limitou a adesão, incidindo especialmente nos usuários de metformina;
  • Principais limitações: dropout elevado, exclusão de usuários de insulina e agonistas do GLP1;


Pílula do clube: Embora a combinação NB tenha determinado perda de peso em pacientes com DM e obesidade, a elevada incidência de eventos adversos e potencial efeito hipertensor poderão limitar seu uso. Como não foram avaliados desfechos duros, e as perdas foram grandes, o uso desta opção medicamentosa nesse subgrupo de pacientes não parece ser vantajosa por enquanto.


Discutido no Clube de Revista de 27/04/205/15.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anabolic Effects of Nandrolone Decanoate in Patients Receiving Dialysis A Randomized Controlled Trial

Kisten L. Johansen, Kathleen Mulligan, Morris Schambelan JAMA 1999, 281(14):1275-81 https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticl...