segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

The effect of rate of weight loss on long-term weight management: a randomised controlled trial

Katrina Purcell, Priya Sumithran, Luke A Prendergast, Celestine J Bouniu, Elizabeth Delbridge, Joseph Proietto

Lancet Diabetes Endocrinol. 2014 Oct 15;2(12):954-962

Este ensaio clínico randomizado aberto unicêntrico teve como objetivo avaliar se perda de peso gradual ou rápida afeta a taxa de reganho de peso em adultos obesos. O estudo foi dividido em duas fases. Na fase 1, o objetivo era perder 15% do peso. Foram randomizados 204 participantes, 100 para perda de peso rápida (dieta com 450 a 800 kcal/dia utilizando produtos substitutos de refeição durante 12 semanas) e 104 para perda de peso gradual (dieta com déficit de 400 a 500 kcal/dia, com 1 a 2 produtos substitutos de refeição, durante 36 semanas). Os pacientes que obtivessem perda ≥ 12,5% do peso participavam da fase 2 do estudo, na qual era prescrita dieta para manutenção do peso durante 144 semanas (3 anos); aqueles que apresentassem reganho recebiam dieta com déficit de 400 a 500 kcal por dia. O desfecho primário avaliado foi a média de perda de peso mantida no final da fase 2. Dentre os pacientes alocados para o programa de perda rápida de peso, 81% atingiram perda ≥ 12,5% do peso no final da fase 1, enquanto  62% daqueles incluídos no programa de perda gradual de peso atingiram este alvo (p = 0,009). Houve três perdas por dificuldade de adesão à dieta no grupo de perda rápida vs.18 perdas no grupo de perda gradual (p = 0,002).
Ao final da fase 2, dos 61 participantes do grupo de perda rápida e dos 43 do grupo de perda gradual que completaram o estudo, apenas 6 não tiveram reganho (1 na perda rápida e 5 na perda gradual). A média de reganho não foi diferente entre os grupos (perda rápida 10.3 kg, 70.5%; perda gradual 10.4 kg, 71.2%). A análise por intenção de tratar demonstrou resultado semelhante (ambos os grupos com média de 76,3% de reganho). Na fase 1, um participante do grupo de perda rápida apresentou colecistite, necessitando colecistectomia. Durante o Clube de Revista, os seguintes pontos foram discutidos:
  • Houve menos perdas e maior taxa de sucesso no final da fase 1 entre os participantes do grupo de perda rápida. O uso de substitutos de refeição pode ter auxiliado na adesão dos pacientes;
  • Houve maior aumento da atividade física medida por pedômetro no final da fase 1 entre os participantes do grupo de perda rápida vs. grupo de perda gradual (p = 0,02), o que poderia indicar maior motivação daqueles pacientes;
  • Houve poucas consultas com nutricionista no seguimento dos pacientes durante a fase 2, o que pode ter facilitado o reganho de peso;
  • Ocorreram poucos efeitos adversos associados à dieta com perda rápida.

Pílula do clube: Dieta com objetivo de perda rápida de peso foi mais eficaz que a perda gradual considerando atingir perda ≥ 12,5% do peso corporal, porém, dentre os pacientes que eprderam peso, o reganho foi similar naqueles que obtiveram seu resultado gradualmente ou rapidamente.


Discutido no Clube de Revista de 27/10/2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anabolic Effects of Nandrolone Decanoate in Patients Receiving Dialysis A Randomized Controlled Trial

Kisten L. Johansen, Kathleen Mulligan, Morris Schambelan JAMA 1999, 281(14):1275-81 https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticl...