segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Comentário do Clube de Revista de 21/10/2013

Cardiovascular safety of sulfonylureas: a meta-analysis of randomized clinical trials
Monami M, Genovese S, Mannucci E

Diabetes, Obesity and Metabolism 2013; 15: 938-53

Nesta revisão sistemática com metanálise, foi avaliada a segurança das sulfoniluréias (SU) para o tratamento de pacientes com DM2. Dessa forma, foram selecionados ECRs controlados (por placebo ou controle ativo) com duração de pelo menos 24 semanas, que apresentassem descrição de eventos cardiovasculares maiores (morte cardiovascular, IAM e AVC não-fatal, descompensação de insuficiência cardíaca) e/ou mortalidade geral que compararam o uso de SU nestes pacientes. Foram incluídos 115 ECRs, total  de mais de 45 mil pacientes. Para a chance de eventos cardiovasculares (desfecho principal), o tratamento com SU não foi associado com aumento de risco (OR 1,04, IC95% 0,8 – 1,3). Nas sub-análises pré-estabelecidas, as SU (e em especial a glimepirida), quando comparadas com inibidores da DDP-4, foram associadas com maior risco de eventos cardiovasculares. Quanto à chance de mortalidade geral, o uso de SU foi associado com um OR = 1,22 (IC 95% 1,01 – 1,49). A heterogeneidade entre os estudos foi moderada (I2 49%, P=0,003) e não houve evidência de viés de publicação. Durante a discussão do Clube de Revista os seguintes pontos foram:
  • Os termos de busca não são claros, sendo difícil a replicação do estudo e de seus resultados;
  • A avaliação da qualidade dos estudos foi limitada; aparentemente muitos estudos tinham baixa qualidade;
  • A maioria dos estudos incluídos não foi desenhada para avaliação de eventos cardiovasculares, portanto a forma que os mesmos foram identificados não é clara e nem sistematizada, o que limita a interpretação dos dados;
  • A apresentação dos resultados das sub-análises não é clara e os dados poderiam ter sido mais bem explorados (por exemplo, avaliando os resultados de acordo com a estratégia de tratamento: monoterapia, segunda ou terceira droga);
  • O resultado de aumento de mortalidade geral parece ter sido às custas do resultado do estudo UGDP, que usou uma SU de primeira geração (tolbutamida), já fora do mercado há muitos anos;
  • Os autores não estão livres de conflitos de interesse.

Pílula do Clube: o uso de SU não foi associado com aumento de risco de eventos cardiovasculares. É possível que os inibidores da DPP-4 determinem menor risco de eventos cardiovasculares em comparação com SU, mas a falta de clareza na apresentação dos dados limita a interpretação dos resultados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lower versus Traditional Treatment Threshold for Neonatal Hypoglycemia

van Kempen AAMW, Eskes PF, Nuytemans DHGM, van der Lee JH, Dijksman LM, van Veenendaal NR, van der Hulst FJPCM, Moonen RMJ, Zimmermann LJI...