segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Association between prediabetes and risk of cardiovascular disease and all cause mortality: systematic review and meta-analysis

Yuli Huang, Xiaoyan Cai, Weiyi Mai, Meijun Li, Yunzhao Hu

BMJ 2016;355:i5953

Aumento de risco cardiovascular em pacientes com diabetes mellitus é consenso, porém, em relação ao pré-diabetes, os resultados são contraditórios. Esta revisão sistemática com metanálise incluiu 53 artigos em que foram avaliados glicemia e outros fatores de risco cardiovasculares e eventos cardiovasculares como desfecho, totalizando 1.611.339 participantes. Quarenta e cinco dos 53 estudos tinham qualidade boa pelo critério de Newcastle-Ottawa. O desfecho primário foi um composto de eventos cardiovasculares (doença coronariana, acidente vascular encefálico e outros tipos de doença cardiovascular) e mortalidade por todas as causas. Os critérios de pré-diabetes utilizados foram: A) glicemia de jejum alterada pelo critério da ADA (IFG-ADA; ³ 100 mg/dL); B) glicemia de jejum alterada pelo critério da OMS (IFG-OMS); ³ 110 mg/dL); C) tolerância diminuída à glicose (IGT): glicemia 2 horas após sobrecarga de glicose entre 140 a 200 mg/dL; D) combinação entre IFG-ADA e IGT; E) Hemoglobina glicada (HbA1c) pela ADA (5,7-6,4%) ou F) HbA1c alterada pelo NICE (6,0-6,4%). Quando comparados com pacientes normoglicêmicos, houve aumento de risco de 1,05 vezes (OR 1,05 IC95% 1,02-1,08), 1,26 vezes (OR 1,26 IC95% 1,16-1,37), 1,3 vezes (OR 1,30 IC95% 1,19-1,42), 1,17 vezes (OR 1,17 IC95% 1,09-1,25) e 1,25 (OR 1,25 IC95% 1,01-1,55) nos pacientes com pré-diabetes pelos critérios de IFG-ADA, IFG-OMS, IGT, HbA1c-ADA e HbA1c-NICE, de apresentar o desfecho primário (composto de eventos cardiovasculares), respectivamente. Em relação aos pacientes normoglicêmicos, pacientes com pré-diabetes pelo critério IFG-ADA, IFG-OMS e IGT apresentam mortalidade por todas as causas maior (OR 1,13 IC95% 1,02-1,25, OR 1,13 IC95% 1,05–1,21 e OR 1,32 IC95% 1,23 – 1,4, respectivamente). Utilizando os critérios de combinação de IFG+IGT ou por HbA1c ADA e NICE não houve diferença no risco de morte por todas as causas. Durante o clube de revista foram levantados os seguintes pontos:
·         O perfil glicêmico foi avaliado apenas no basal; com isso não é possível esclarecer se o desfecho foi devido à alteração inicial da glicemia ou devido à progressão para diabetes mellitus;
·         Metade dos estudos não realizou teste oral de tolerância à glicose, então é possível que alguns participantes classificados como pré-diabetes por GJA também tenham tolerância à glicose diminuída. Isto pode gerar confusão na interpretação de dados. O risco de eventos cardiovasculares e de mortalidade que foi atribuído aos participantes com GJA pode ser devido, em partes, à IGT (que é desconhecida);
·         Há apenas um estudo que avaliou o risco cardiovascular pelos critérios de Hba1c ADA ou NICE.

Pílula do clube: Há aumento de risco cardiovascular (doença coronariana, AVC e mortalidade por todas as causas) nos pacientes com pré-diabetes vs. normoglicêmicos pelos diferentes critérios existentes (IFG, IGT e HbA1c).


Discutido no Clube de Revista de 05/12/2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultrasonographic and clinical parameters for early differentiation between precocious puberty and premature thelarche

Liat de Vries, Gadi Horev, Michael Schwartz, and Moshe Phillip European Journal of Endocrinology 2006, 154:891–898 ht...