quinta-feira, 12 de julho de 2018

Predictive Value of Malignancy of Thyroid Nodules Ultrasoud Classification Systems: A Prospective Study


JCEM 2018, 103 (4): 1359-1368.

Após a publicação do Thyroid Imaging Reporting and Data System (TI-RADS) em 2009, organizações internacionais divulgaram sistemas próprios de classificação ultrassonográfica para nódulos de tireoide. O objetivo deste estudo foi avaliar a acurácia, sensibilidade, especificidade, valores preditivos e concordância interobservador entre as diretrizes da American Thyroid Association (ATA), American Association of Clinical Endocrinologists (AACE/ACE/AME) e British Thyroid Association (BTA) na predição de malignidade nos nódulos de tireoide. Entre janeiro e setembro de 2016, foram avaliados no Regina Apostolorum Thyroid Center 1.110 nódulos de 789 pacientes, referenciados de sete clínicas de endocrinologia da grande Roma. Quatro ecografistas experientes, usando ecógrafo padronizado (Esaote Twin), avaliaram dimensão, ecogenicidade, margens, forma, padrão de vascularização, presença de calcificação, adenopatia e crescimento extratireoideano dos nódulos. Os nódulos incluídos na análise (n=987) tinham dimensões maiores que 0,6 cm, sendo 85,4% ≥1,0cm. A prevalência de malignidade foi: ATA: 0.0%, 2.2%, 3.0%, 5.8% e 55.0% nas classes benigno, muito baixa, baixa, intermediária e alta suspeição, respectivamente; BTA: 2.8%, 10%, 51.3% e 80.9% nas categorias benigno (U2), indeterminado (U3), suspeito (U4) e maligno (U5), respectivamente e AACE/ACE/AME: 1.1%, 4.4% e 54.9% na baixo, intermediário e alto risco, respectivamente. Foram diagnosticados 156/987 (15.8%) nódulos malignos. Os ecografistas ficaram em dúvida em categorizar 31 (3,1%), 21 (2,1%) e 8 (0,8%) casos, aplicando os critérios de classificações da ATA, BTA e AACE, respectivamente. A prevalência de malignidade nessas situações foi de 19,3% para ATA, 23,0% para BTA e 12,5% para AACE/ACE/AME. A sensibilidade, especificidade e acurácia demonstradas entre as classificações ultrassonográficas foram de: ATA – 81%, 87% e 86%, respectivamente; BTA – 74%, 92% e 89%; respectivamente e AACE/ACE/AME – 82%, 87% e 86%. A concordância interobsevador foi analisada retrospectivamente em 250 nódulos, com valor k de Cohen de 76,9%, 78,9%, 82%, na ATA, BTA e AACE/ACE/AME, respectivamente. Durante o clube de revista foram levantadas as seguintes questões:
·         Neste estudo foram puncionados nódulos menores que 1 cm e realizada repetição imediata de PAAF em citologia Bethesda II, o que contrapõe as diretrizes atuais;
·         A amostra de pacientes pode não representar a prevalência de malignidade nos nódulos da população em geral (viés de seleção);
·         Não apresentado qual o critério utilizado pelas clínicas de endocrinologia para referenciamento dos nódulos de tireoide;
·         Avaliação ecográfica e cito/histopatológica dos nódulos da tireoide ocorreu em centro especializado (validade externa?);
·         Houve avaliação histopatológica de todos os nódulos incluídos na análise, o que é um ponto positivo.

Pílula do Clube: Os sistemas de estratificação de risco ultrassonográficos da ATA, BTA e AACE/ACE/AME para nódulos tireoideanos não diferem em relação ao desempenho (sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e negativo).


Discutido no Clube de Revista de 21/05/2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anabolic Effects of Nandrolone Decanoate in Patients Receiving Dialysis A Randomized Controlled Trial

Kisten L. Johansen, Kathleen Mulligan, Morris Schambelan JAMA 1999, 281(14):1275-81 https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticl...