quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Comentário do Clube de Revista de 30/08/2011

Benefit of short-term iodide supplementation to antithyroid drug treatment of thyrotoxicosis due to Graves’ disease
Kazuna Takata, Nobuyuki Amino, Sumihisa Kubota, Ichiro Sasaki, Eijun Nishihara, Takumi Kudo, Mitsuru Ito, Shuji Fukata e Akira Miyauchi

Clinical Endocrinology 2010; 72:845–850.

            Neste ensaio clínico randomizado, os autores avaliaram se o uso de iodeto associado ao metimazol em pacientes com hipertireoidismo por doença de Graves estaria associado à redução mais rápida dos hormônios tireoidianos. Foram randomizados 134 pacientes para 4 grupos: metimazol 30 mg, metimazol 30 mg + Iodeto, metimazol 15 mg e metimazol 15 mg + Iodeto. O iodeto foi fornecido na forma de iodeto de potássio (38,2 mg de iodeto) via oral. O desfecho foi a medida dos níveis séricos de hormônios tireoidianos (T4 livre e T3 livre). O resultado principal demonstrou que os grupos que receberam iodeto associado ao metimazol apresentaram uma taxa maior de controle do hipertireoidismo em duas semanas (29% vs. 59% e 27% vs. 57%, nas doses de metimazol de 30 e 15 mg, respectivamente). Entretanto, estas diferenças não foram mantidas após 4 semanas, bem como em relação à remissão em longo prazo. Durante a discussão do Clube de Revista, os seguintes comentários foram feitos:
·         Não foram descritos de forma clara os critérios de inclusão e exclusão do estudo, bem como não foram apresentadas diversas características clínicas dos pacientes relevantes para interpretação dos dados;
·         Não houve cegamento dos pacientes, o que pode levar a viés de interpretação;
·         Não foi avaliada a resposta clínica dos pacientes;
·         Não foi calculado o tamanho da amostra.

Pílula do Clube: o uso de iodeto associado ao metimazol parece permitir um controle mais rápido dos hormônios tireoidianos em pacientes com hipertireoidismo por doença de Graves, porém as limitações deste estudo não permitem que essa prática seja generalizada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lower versus Traditional Treatment Threshold for Neonatal Hypoglycemia

van Kempen AAMW, Eskes PF, Nuytemans DHGM, van der Lee JH, Dijksman LM, van Veenendaal NR, van der Hulst FJPCM, Moonen RMJ, Zimmermann LJI...