quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Comentário do Clube de Revista de 09/08/2011


Co-stimulation modulation with abatacept in patients with recent-onset type 1 diabetes: a randomised, double-blind, placebo-controlled trial
Tihamer Orban, Brian Bundy, Dorothy J Becker, Linda A DiMeglio, Stephen E Gitelman, Robin Goland, Peter A Gottlieb, Carla J Greenbaum, Jennifer B Marks, Roshanak Monzavi, Antoinette Moran, Philip Raskin, Henry Rodriguez, William E Russell, Desmond Schatz, Diane Wherrett, Darrell M Wilson, Jeffrey P Krischer, Jay S Skyler and the Type 1 Diabetes TrialNet Abatacept Study Group

Lancet 2011; 378: 412–19.

            Neste ECR duplo cego, em paralelo, foi testado o efeito do uso de abatacept (um anticorpo monoclonal contra os linfócitos T, especificamente CD 80 e CD 86) sobre o metabolismo glicêmico em pacientes com diabete melito tipo 1 diagnosticado recentemente (100 dias antes da randomização). O abatacept foi infundido nos dias 1, 14, 28 e depois mensalmente. Foi utilizado um teste de tolerância com refeição mista (mixed-meal tolerance test) com dosagem de peptídeo C como desfecho primário. 112 pacientes foram randomizados (77 para uso de abatacept e 35 para uso de placebo) e o desfecho primário (área sob a curva do peptídeo C após teste de tolerância) apresentou valores 59% maiores no grupo randomizado para abatacept (0,378 nmol/L vs. 0,238 nmol/L, p=0,0029). Este resultado não foi mantido ao longo do tempo. Durante a discussão do Clube de Revista os seguintes pontos foram abordados:
  • Os pacientes incluídos apresentavam comprometimento importante da secreção insulínica à entrada no estudo (medido através dos níveis de peptídeo C);
  • O desfecho primário escolhido pelos autores é de importância fisiopatológica (níveis de peptídeo C), não possuindo importância clínica direta;
  • Os pacientes apresentaram diferença nos níveis de HbA1c durante o estudo, porém já apresentavam diferença no momento da randomização;
  • Os efeitos adversos foram mais comuns no grupo abatacept e provavelmente não houve diferença significativa pelo pequeno número de pacientes incluído do estudo.

Pílula do Clube: O abatacept parece melhorar a secreção de peptídeo C em pacientes com DM tipo 1 recém diagnosticado, porém este efeito carece de significância clínica e não é mantido em longo prazo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultrasonographic and clinical parameters for early differentiation between precocious puberty and premature thelarche

Liat de Vries, Gadi Horev, Michael Schwartz, and Moshe Phillip European Journal of Endocrinology 2006, 154:891–898 ht...