sexta-feira, 30 de março de 2012

Comentário do Clube de Revista de 17/01/2012

Glycemic Control in Non-Critically Ill Hospitalized Patients: A Systematic Review and Meta-Analysis
Mohammad Hassan Murad, John A. Coburn, Fernando Coto-Yglesias, Svitlana Dzyubak, Ahmad Hazem, Melanie A. Lane,
Larry J. Prokop, and Victor M. Montori

J Clin Endocrinol Metab 97: 49–58, 2012

            Nesta revisão sistemática com metanálise, os autores exploraram a eficácia e segurança do controle glicêmico estrito vs. controle glicêmico padrão em pacientes internados em unidades não intensivas, utilizando como desfechos clínicos morte, IAM, AVC, hipoglicemia e infecção. Para isso, foi realizada revisão sistemática de estudos observacionais e randomizados, em adultos, que comparavam estas duas estratégias e que possuíssem avaliação dos desfechos de interesse. Foram excluídos os estudos conduzidos exclusivamente em unidades de tratamento intensivo. O total de 19 estudos (9 randomizados e 10 observacionais) foram incluídos na metanálise, que não mostrou diferenças entre os grupos com relação aos riscos de morte (RR 0,85 IC95% 0,58-1,26), IAM (RR 0,69 IC95% 0,37-1,28) e AVC (RR 0,63 IC95% 0,29-1,38). O risco de infecção foi menor no grupo tratado de modo intensivo (RR 0,41 IC95% 0,21-0,77) vs. não intensivo. O grupo tratado de modo intensivo apresentou tendência a maior risco de hipoglicemia (RR 1,58 IC95% 0,97-2,57). Durante a discussão do Clube de Revista os seguintes pontos foram abordados:
·        A busca não foi descrita de maneira adequada (com detalhes que permitam ser reproduzida);
·         A ocorrência de hipoglicemia foi avaliada como desfecho da metanálise, quando achamos que seria mais adequadamente analisada como efeito adverso do tratamento;
·        Os estudos incluídos mostraram heterogeneidade importante do ponto de vista estatístico e também metodológico (observacionais e randomizados, diferentes esquemas de tratamento e definições de controle intensivo).

Pílula do Clube: Baseado nos achados desta revisão sistemática com metanálise, pelas suas limitações metodológicas, o controle glicêmico intensivo de pacientes internados não pode ser recomendado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lower versus Traditional Treatment Threshold for Neonatal Hypoglycemia

van Kempen AAMW, Eskes PF, Nuytemans DHGM, van der Lee JH, Dijksman LM, van Veenendaal NR, van der Hulst FJPCM, Moonen RMJ, Zimmermann LJI...